Happy Wheels: Fretando um jatinho para o inferno!

Happy Wheels: Diversão politicamente incorreta

Happy Wheels

Escolha seu piloto inadequadamente preparado, e ignore as consequências graves em sua busca desesperada pela vitória!
Slogan do jogo

Se você está cansado da moda do politicamente correto e não liga para um desmembramento leve, Happy Wheels é o seu jogo. Happy Wheels é um jogo criado em 2010 por Jim Bonacci e é muito conhecido por toda sua violência gráfica. O objetivo do jogo é bem simples, tentar mover seu personagem, através de um circuito selvagem, sem despedaça-lo.

Já vi muita loucura em jogos, mas nada como Happy Wheels. Poucas coisas se igualam a escolher o Wheelchair Guy (Idoso em uma cadeira de rodas a jato) e voar com ele pelas diversas fases do jogo. Explodindo-o na parede, obviamente.

play now Happy Wheels: Fretando um jatinho para o inferno!

Se você curtiu, dá uma passada na Toca dos Jogos e jogue um pouco!

Grupo Y-no: Pagode japonês cantado em português

Grupo Y-no: Desafiando o bom senso com seu pagode japonês cantado em português

Um cavaquinho elétrico abre a melodia, enquanto os outros instrumentos – rebolo, bateria, banjo, baixo – entram devagar, um pouco fora de tempo, num samba meio torto. Com um sotaque pesado, mas que tenta imitar a linha melódica do pagode romântico brasileiro dos anos 90, o vocalista canta em português macarrônico: “Eu estava sofrendo para te procurar/ Namoração da internet é bom, né?/ Eu sou galinha/ Eu quis te olhar, a mulher nua/ Mas agora você já está batendo no meu coração/ Aí gatinha, me dá uma chance para este lixo/ Ma-ra-vi-lho-so”.

O grupo foi formado em Tóquio em 2007 por estudantes da Sophia University que se conheceram em um clube especializado em música brasileira.
Fonte: G1.

Eu devo confessar que foi uma das coisas mais incríveis que já vi na internet. Claro, é uma merda foda, mas não deixa de ser genial. O que mais vemos hoje são grupos brasileiros se matando pra cantar músicas em inglês, mas raramente vemos alguém tentando cantar músicas em português. Mais incrível ainda é o fato de não estarem fazendo cover e sim se dedicando pra ter as próprias letras.

Não é algo que vou ouvir com frequência, mas a banda é genial.