Tim Maia – O Filme – Uma ode à solidão

Não é nenhuma novidade que sou fã de Tim Maia, cresci ouvindo as músicas e até hoje as escuto.

Na semana passada, depois de reunir alguns bons e velhos amigos para um chopp com salaminho, tirei o resto da noite de sábado para ver o filme e confesso: foi incrível.

Para quem já assistiu o documentário Por Toda a Minha Vida – Tim Maia, é uma ótima oportunidade para aprofundar algumas histórias, conhecer melhor alguns personagens, saber mais detalhes. Para os que não assistiram, não se preocupem, o filme conta tudo que você precisa saber sobre esse ícone do mulato power que foi o Tim Maia.

De tudo, o que mais me impressionou foi o público do filme. Como falei, fui no cinema num sábado a noite e haviam lá garotos e garotas na faixa dos 18~20 anos e que, por livre e espontânea vontade, saíram elogiando o filme, cantarolando algumas canções e rindo das histórias. Oras, num mundo onde tudo é/era Crespúsculo e Restart, fico feliz em saber que pelo menos uma parte da nova geração está no caminho certo.

Se eu puder te dar apenas um conselho, que seja este: veja o filme do Tim Maia.
Parafraseando Pedro Bial